segunda-feira, 6 de abril de 2020

O drama dos professores da educação pública no Brasil

Os professores são o terceiro maior subgrupo Ocupacional do Brasil. Aproximadamente
dois milhões de professores, 80% dos quais são do sector público escolar, servem 51 milhões
estudantes em escolas de ensino básico. Portanto, não é surpreendente que a educação
esta grande categoria profissional influencia fortemente o crescimento do ensino superior
no Brasil. Em cada estado os professores possuem um sistema diferente de registro de notas e acompanhamento estudantil. Em São Paulo, por exemplo, se dá pelo Portal Gdae. 

Do número total de cursos registados pelo recenseamento do Ensino Superior de 2011, 26% foram dedicados à educação de professores de Educação Básica. Professor os colégios são a segunda escola mais comum de ensino superior no Brasil, totalizando 1.801-apenas escolas de administração de empresas com 2,2791 - e o mais entre aqueles que oferecem acreditação de professores.

A expansão dos cursos de formação de professores  e também pelo aumento da população universitária por meio das inscrições no vestibular em todo o país segue, em termos gerais, A expansão das oportunidades educacionais para a população.

Como um país atrasado para introduzir a escolaridade, obrigatório universal escola fundamental a participação só foi alcançada na virada do Milênio. Em 2006,  a educação foi alargada de oito para nove graus e, posteriormente, Constitucional 59/200917 anos, o que corresponde do pré-escolar até o final do ensino médio.



Além disso, a educação como um direito das crianças pequenas desde os primeiros meses de
a vida, determinada pela Constituição Federal de 1988, tornou-a também um dever público.
para oferecer cuidados de infância para crianças três e mais jovens. Embora o nascimento
a taxa diminuiu drasticamente no Brasil, e está abaixo da taxa de substituição, a necessidade
expandir as oportunidades de escolaridade é grande, uma vez que esta é a maneira dominante de crianças e os adolescentes são educados nas sociedades contemporâneas.

O ensino básico representa, portanto, um terreno fértil para a formação de professores e
certamente fornece um mercado de trabalho para os professores de proporções sem precedentes. La
são, no entanto, dinâmicas dentro do sistema educativo, e no mercado que se expandem
ou retrair a oferta e a procura de cursos que eduquem os profissionais do ensino.

As Diretrizes Nacionais de Educação e a lei Marco de 1996 tem servido como um quadro regulamentar decisivo para a formação de professores em decênio. Seguindo uma tendência global, esta lei determina que os professores de todos os níveis de ensino devem ter um grau de ensino superior.

Não sem razão, o a mesma lei considera o ensino à distância como uma forma de educação formal em todos os níveis da educação, que favorece a expansão da necessária formação de professores

Nenhum comentário:

Postar um comentário